O TAL DO BLOG

Família Felícia · acompanhamento de bebê · 6 meses

11.02.2019

Antes de tudo você precisa ver esse video de 20 segundos para você entender esse post.

Pronto? rsrs

 

Agora vamos...

Mas calma, se você não viu o último ensaio que postei, então volta uma casa e clique aqui.
 

Já viu? Agora sim podemos começar ;)

 

A maior graça de fazer acompanhamento é pode justamente acompanhar e ver aquele tiquinho de gente crescer e ficar com dobrinhas.

Ver o bebê que só mamava e dormia aprender a rolar, comer banana segurando com a mão, sentar e engatinhar.

É ter o registro do sorriso banguela e depois dos primeiros dentinhos, aguardo ansiosamente, Martin! 

É poder ter fotos que trazem lembranças do cheirinho de bebê, do leite azedo no cangote, de como o cabelo era uma sedinha de tão macio.
É poder se enxergar na foto e reconhecer em seu olhar o amor que você sente. E com isso, trazer os sentimentos desse ano mais intenso e longo que você já viveu mas que passou voando...

É poder guardar num potinho todo amor do mundo e levar sempre conosco o que o tempo não nos permite mas que a fotografia nos presenteia.

 

 

 

 

 

Detalhe para a camiseta que o José está usando, a mesma que usou nesse dia daqui no ensaio que levou o título de Futuro Big Bro que nem a camiseta, e nesse outro dia daqui quando o Martin tinha um mês.


Então claro, ele escolheu a dedo essa blusa, afinal era o dia que ele ia ver a Carol, ele tinha que usar a camiseta oficial rsrs
Adoro a forma como as crianças pensam!

 

 

 

 

Amo essas Josézices!

 

 

 

 

José, fica aí parado que vou te colocar dentro do quadro!

 

 

 

 

O José ainda não está preparado para uma fralda bombástica dessas, mas nada que o tempo (e o exemplo!) não o acostume rsrs

 

 

 

E esse sorriso banguela, gente?

Olha só como ele cresceu desde o último ensaio!!

 

 

 

 

 

 

Vamos José, te dou carona para a foto de natal!

Essa é a arte para fotografar o José, fazer macaquices junto rsrs

 

 

 

 

 

 

Desfoque das macaquices do José + mullet do Martin, a combinação perfeita pra me fazer amar essa foto!

Fala sério, olha esse esse mullet natural!

 

 

 

 

 

 

Aquela baba pendurada que a gente respeita! 

 

 

 

 

Ensaio de bebê com irmão mais velho é assim, é preciso dividir a atenção com os dois.
10 minutinhos de atenção exclusiva para o irmão mais velho já pode fazer o ensaio fluir muito melhor, eles se sentem especiais e colaboram muito mais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Enquanto isso...

 

 

 

 

 

"Olha a minha cara de quem vai dormir! Tá pensando o quê?!"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Está começando a entender o título do post? ;)
Quem manda ser tão delícia, Martin!

 

 

 

 

Repare nas pernas cheias de roxo do José, pois é minha gente, menino que faz arte tem carimbo na canela mesmo.

 

Há quem passe photoshop para esconder a verdade e há que celebre e mostre um pouco da personalidade travessa das crianças nos detalhes.
 

Dica: você escolhe o fotografo que quiser para registrar sua família, tem de todos os estilos por isso é importante pesquisar ;)

 

 

Aula 1: aprendendo a ser Felícia...

 

 

Yes, you are!

 

 

 

 

"Ok, José, sei que sou gostoso mas não é para tanto, big bro!"

 

 

 

 

 

"E ai José, seu irmão tem chulé?"

 

 

 

 


Família Felícia sendo Felícia! 


ps: a cara do Martin na última foto rsrs

 

 

 

 

 

 

 

 

Entrelaçados 

 

 

 

 

"Já deu mamãe, é hora de encher o tanque!"

 

 

 

 

 

 

 

 

É Felícia que se chama? rsrs

 

 

 

 

Aula 2: aprendendo a ser Felícia com o próprio pé.


É isso aí garoto, está no caminho!

 

 

 

 

 

 

Uma pausa para uma reflexão

 

Lembra que no post passado disse sobre as vantagens de acompanhar uma família ao longo dos anos?
Adoro quando as pessoas se sentem naturalmente à vontade para fazer o que quiserem e se sentem em casa durante minha presença com a câmera na mão.


Não considero o meu trabalho documental, no qual não existe pitaco algum ou interferência minha a ponto de alterar o que acontece na dinâmica enquanto fotografo. Vejo meu trabalho como um misto entre o lifestyle (no qual conduzo as pessoas e fotografo o resultado do que peço) e com o documental. Não faço nenhum nem outro, faço um pouco de cada, faço Carolês hehe.


Mas tenho que assumir que essas cenas documentais, que acontecem por si só sem o menor envolvimento meu, cenas que mostram a rotina e o cotidiano onde fico apenas como observadora, são umas das que mais me pegam.
 

Eles sendo eles em uma cena de um dia qualquer... Sério, acho tão lindo um momento desse! É simples e natural, é real...

 

Não peço nada além disso: sejam vocês, façam o que tiverem vontade de fazer! #AVidaÉCurtaDemaisParaFazerPose

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vem pra foto José!

 

 

Pronto, quem disse que na foto de família precisa estar todo mundo olhando e sorrindo "naturalmente" com seu sorriso de foto?

 

 

 

Quando estou pronta para ir embora, me despeço e começo a guardar todo equipamento, me deparo com essa cena muito amor dessas <3
 

E esse é o segredo para me fazer ficar mais um pouco rsrs

 

 

Please reload

O que achou? Deixe aqui seu comentário :)

Outras histórias que você também pode gostar