O ensaio

É muito fácil se deixar levar pelos compromissos da vida e pela rotina, nos esquecendo de aproveitar os momentos bons que acontecem e ficar mais perto de quem realmente importa, de fazer 'nada' juntos. Penso que no futuro os instantes mais simples são os que mais deixarão mais saudades.

O ensaio é um momento de pausa na correria. De 
celebrar o simples, estar junto, olhar nos olhos e jogar conversa fora. 
É a hora do dengo, de abraçar e apertar aquela pessoa com todo amor do mundo! Será o tempo para você fazer o que mais gosta com quem você mais ama.

Seja para comemorar o novo amor que cresce na barriga, o pacotinho mais lindo desse mundo que acabou de nascer, os filhos sapecas ligados no 220v, ou qualquer outra lembrança de um dia feliz.

Como funciona?

Não existe protocolo, a não ser relaxar, se divertir e ser você mesma.

Não precisa ter pose, pompa e circunstância ou sorriso pronto. 


Minha abordagem sempre irá priorizar o bem estar de todos. Vou conduzir de forma leve com muito bom humor, com conversas e respeitando o ritmo de cada um, seja com um bebê, criança ou adultos.

O mais importante para mim é que essa seja uma experiência leve, divertida e verdadeira.


Sempre sugiro que vocês façam coisas que já fazem parte da dinâmica de vocês. Vou buscar pelas memórias afetivas, a história, por quem vocês são e o que gostam, para que seja um registro que retrate a personalidade de cada um. Assim no futuro, ao olhar essas fotos, vocês possam se reconhecer e relembrar dessa fase tão gostosa que estão vivendo hoje.

20150405_cr_praia_048.jpg

Quando tem crianças participando do ensaio, tudo acontece de forma mais fluida, são elas que ditam o ritmo. Nunca irei forçar situações ou colocá-la em desconforto. Pela minha experiência quanto mais respeitarmos o momento e quem elas são, mais elas irão colaborar.

Sou especialista em falar a linguagem das crianças:

a brincadeira!

Toda minha interação será guiada dessa forma.

É assim que consigo fazer as fotos mais espontâneas em que vemos a verdadeira essência das crianças.


Nem todas gostam de ser fotografadas ou de interagir com desconhecidos, e tudo bem! Estou mais do que acostumada a me aproximar aos poucos, com respeito e compreensão, vou direcionando com leveza e muitas brincadeiras. Forçar nunca será um bom caminho...

Peço para que você confie na condução do meu trabalho porque somente assim (indo com calma no ritmo do seu filho) conseguirei captar a personalidade dele, seja ele mais extrovertido ou mais introspectivo.

Em qual local?

O ensaio pode ser um registro de um dia qualquer em casa, com direito a bagunça na cama, fazendo um bolo juntos, brincadeiras de correr pela casa e muito denguinho no sofá.


Pode ser também em algum lugar que faça parte da rotina da sua família, uma volta no parque que costumam ir aos sábados, um picolé na padaria, andar de skate na pracinha, um tchibum na piscina, banho de mangueira no quintal dos avós...

 

Ou também pode ser um passeio novo e diferente, uma ida ao aquário, explorar uma trilha nova, pular ondas na praia... 

O que vocês mais gostam de fazer juntos?

20150822_cr_familiaparker_395.jpg
018_ carolzanarotti_1807_018.jpg

Muita gente prefere fazer as fotos em um lugar neutro, como um parque, mas gostaria de deixar uma reflexão sobre os ensaios em casa e as memórias afetivas.

 

Você se lembra da casa onde você passou sua infância? Como era seu quarto? Qual lugar mais gostava de ficar? Quais objetos se lembra?

Quais outras tantas memórias brotaram na sua mente só de pensar nisso tudo neste último instante?

 

É isso que chamo de memória afetiva!

Uma simples foto pode nos levar a viajar por muitas outras histórias que já vivemos.
 

Em um ensaio em casa você terá uma lembrança mais afetiva do que em um lugar sem conexão emocional

 

Vale lembrar que a casa não precisa estar "perfeita", arrumada com tudo em seu lugar.

Vejo certa poesia nos rastros que deixamos pela casa, nas histórias por trás de uma mudança, nos objetos espalhados e também naquele risco de canetinha que seu filho deixou na parede.

Vejo vida real, vida que brota muitas vezes fora do nosso controle. E a vida às vezes tem suas fases caóticas e há muita beleza nesse caos, só depende de como a gente vê.

Com que roupa eu vou?

Te pergunto: qual é a sua roupa favorita?

Meu foco sempre serão as pessoas, não as roupas. Então minha principal orientação é que você use uma roupa que você goste, que seja confortável que não limite seus movimentos. Aquela que toda vez que você usa você se sente bem e bonita por mais básica ou arrumada que a roupa seja.

 

É importante escolher uma roupa que mostre a sua personalidade e não de uma pessoa que você não é.
Ah, e não precisa comprar nada novo. E nem usar roupas combinando com todos da família, a não ser que vocês já façam isso quando saem para passear.


Você se sentindo bem, o resto é resto. 


Tenho várias outras idéias de roupas para te indicar caso você não tenha algo em mente e esteja se sentindo perdida.
Um pouco antes do ensaio vamos conversar e te passo algumas dicas e caso queira te encaminho um painel que criei no pinterest para te inspirar.

Mas o principal sempre será você procurar algo que você goste, que se sinta bem e que esteja em de acordo com quem você é.

20190224_cz_marcellaeguilherme_100.jpg

Se você entrou em sintonia com meu olhar e meu estilo de fotografar, será um prazer fotografar a sua família!
Recomendo que você veja os links abaixo para conhecer um pouco mais:

galerias de ensaios:

veja também os ensaios que foram publicados no blog
para ver diversas fotos de uma única sessão

 

Carol Zanarotti  

 

 

Colecionadora de afetos e risadas

que nascem nas entrelinhas

Especializada em fotografar a infância, 

ensaios de família e festa infantil

Conheça mais e acompanhe

Carol Zanarotti  Caroline Rosa Fotografia  São Paulo

©2010  - 2021  all images copyright to Carol Zanarotti  · Todos os direitos reservados